Vandalismo causa prejuízos de 2,8 milhões de euros aos Caminhos-de-Ferro de Luanda

Lusa




Partilhar

Os Caminhos-de-Ferro de Luanda (CFL) registaram este ano prejuízos na ordem dos mil milhões de kwanzas (2,8 milhões de euros) devido a atos de vandalismo, informou hoje o presidente do conselho de administração da empresa ferroviária angolana.

Segundo Júlio Bango, a empresa não tem verbas para recuperar os equipamentos vandalizados por munícipes e esforça-se para manter os comboios operacionais.

O administrador dos CFL, citado pela agência noticiosa angolana, manifestou ainda preocupação com o elevado número de acidentes na linha férrea, que causaram, até à data, a morte imediata de 16 pessoas, colhidas por comboios, e o ferimento de outras nove.

O responsável apelou aos cidadãos para que respeitem a sinalização ao longo do traçado ferroviário e pediu o fim da atividade comercial ao longo da linha, de forma a evitar as mortes.

Comentários do Facebook

Partilhar
<script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js"></script>
<ins class="adsbygoogle"
     style="display:block"
     data-ad-format="autorelaxed"
     data-ad-client="ca-pub-7513151535689663"
     data-ad-slot="7531535151"></ins>
<script>
     (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>