PRS preocupado com actos de intolerância política

You are currently viewing PRS preocupado com actos de intolerância política

O secretário-geral do Partido de Renovação Social (PRS), Rui Malopa Miguel, manifestou-se hoje preocupado com alguns actos de “intolerância política” nesta fase da campanha eleitoral.

 Para o politico, o roubo de bandeiras, dísticos e outros materiais propagandístico por cidadãos desconhecidos, bem como o impedimento de afixação desses materiais em várias partes do país, além de ser uma violação da legislação eleitoral e demais normativos do país, constitui um acto de intolerância política.

Rui Miguel, que falava este domingo num acto de massas, defendeu a promoção de mensagens de paz e unidade nacional e harmonia.

Recordou que o seu partido continua a defender a autonomia administrativa das províncias, como a melhor forma de gestão e promoção do desenvolvimento do país e, caso o vença o pleito, será implementado “o liberalismo”.

As instalações do PRS na cidade de Ndalatando foram assaltadas, há dias, por elementos desconhecidos, que subtraíram “um computador, uma impressora e um fogão a gás”, segundo o secretário.

Contactado pela ANGOP, o porta-voz do Comando Provincial da Polícia Nacional no Cuanza Norte, inspector chefe, Edgar Salvador, confirmou a acção dos meliantes, garantindo que a corporação está a trabalhar para esclarecer o caso.

Concorrem ao quinto pleito eleitoral, os partidos MPLA, UNITA, FNLA, PRS, APN, PHA,PRS e a coligação de partidos CASA-CE.

Estão em disputa, nestas eleições gerais de 24 de Agosto, mais de 14 milhões de votos, sendo 22 mil dos quais de angolanos residentes no estrangeiro.

Angop