OPEP escolhe o koweitiano Haitham al-Ghais como novo secretário-geral

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O koweitiano Haitham al-Ghais foi designado nesta segunda-feira (3) secretário-geral da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP), informou o cartel num comunicado na véspera de sua reunião mensal.

Haitham al-Ghais

Este veterano do setor do petróleo assumirá o cargo em agosto por três anos.

Sucederá o nigeriano Mohamed Barkindo, que ocupa este posto desde 2016, em um momento em que a Opep trabalha para a recuperação da demanda de hidrocarbonetos após o impacto da pandemia de covid-19.

O secretário-geral da Opep não tem poder executivo, mas é a figura pública da organização e às vezes exerce funções diplomáticas para facilitar as discussões entre países com interesses divergentes, como Arábia Saudita e Irã ou, mais recentemente, Emiratos Árabes Unidos.

“Al-Ghais é um veterano da Kuwait Petroleum Corporation (KPC)”, um conglomerado estatal do qual foi diretor de seus escritórios em Pequim e Londres, e “foi líder da Opep para o Kuwait de 2017 a junho de 2021”, disse o cartel num comunicado.

A organização, com sede em Viena, agradeceu a Mohamed Barkindo pelo seu trabalho à frente da “direção durante seus dois mandatos consecutivos”.

Mohamed Barkindo

Nesses dois mandatos, a Opep se associou a outros dez países, incluindo Rússia, mediante um acordo assinado em 2016 (a chamada Opep+).

Enquanto o grupo perdia influência no mercado no auge do óleo de xisto dos Estados Unidos, esta aliança permitiu que os produtores limitassem suas extrações do ouro negro desde a pandemia de covid-19.

Um esforço que fez os preços aumentarem, embora tenha sido muito criticado pelos países consumidores como os Estados Unidos.

AFP

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.