Petróleo mantém o nível mais alto em um mês

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Os preços do petróleo se mantiveram em seu máximo mensal nesta quinta-feira (30), numa sessão que oscilou, pois os investidores continuam confiantes em uma demanda sólida, apesar do avanço da variante ômicron da covid-19.

O preço do barril de Brent do Mar do Norte, de referência para exportações angolanas, para entrega em fevereiro subiu 0,11% a 79,32 dólares.

Em Nova York, o barril de West Texas Intermediate (WTI) para o mesmo mês subiu 0,56% a 76,99, seu nível mais alto desde 25 de novembro.

Os preços do crude retomaram a tendência de alta este mês, após caírem no fim de novembro com o aparecimento da variante Ómicron e o anúncio de que os Estados Unidos estavam introduzindo no mercado algumas de suas reservas estratégicas para fazer os preços caírem.

As previsões de uma demanda sólida foram reforçadas pelos dados semanais da Agência de Informação Energética dos Estados Unidos (EIA), que informou uma queda de 3,6 milhões de barris nas reservas comerciais de cru.

O mercado de energia também acompanhava com atenção a crise russo-ocidental na Ucrânia.Fique sempre bem informadoSIGA O ESTADO DE MINAS NO

As exportações russas de gás poderiam ser afetadas caso as tensões aumentem na região.

Os operadores também vão acompanhar de perto a reunião mensal da OPEP+ em 4 de janeiro para avaliar o estado do mercado e sua política de abastecimento para o mês seguinte e o ano de 2022.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.