Max Verstappen bateu no muro em Jeddah e deixou Hamilton com a 103.ª pole

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) conquistou hoje a 103.ª ‘pole position’ da carreira ao ser o mais rápido na qualificação para o Grande Prémio da Arábia Saudita de Fórmula 1, 21.ª e penúltima prova da temporada.

Hamilton fez a sua melhor volta em 1.27,511 segundos, deixando o segundo classificado, o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes), a 0,111 segundos.

O holandês Max Verstappen (Red Bull), que vinha a fazer a melhor volta da sessão quando embateu no muro já no último setor do traçado de Jeddah, já não conseguiu melhorar o seu tempo e não foi além da terceira posição, a 0,142 segundos de Hamilton.

Numa corrida em que pode sagrar-se campeão mundial pela primeira vez, Max Verstappen terá os dois Mercedes a partir à sua frente e ainda não sabe se danificou a caixa de velocidades do seu Red Bull com o embate (a troca implica uma penalização de cinco lugares na grelha).

Quem escapou a um castigo semelhante foi mesmo Hamilton, que foi chamado pelos comissários desportivos por ter atrapalhado uma volta lançada do russo Nikita Mazepin (Haas) durante a terceira sessão de treinos livres, este sábado, e por não ter abrandado perante uma situação de duplas bandeiras amarelas.

Ainda assim, não se livrou de uma reprimenda e a equipa terá de pagar 25 mil euros de multa.

Num ano em que persegue o oitavo título da carreira, feito inédito na história da Fórmula 1, Lewis Hamilton parte para estas duas últimas corridas da temporada com oito pontos de atraso face a Verstappen (que tem 351,5).

“Claro que foi um erro terrível, mas, ainda assim, foi uma boa qualificação”, disse Verstappen, que não consegue explicar a razão do embate.

Quanto a Hamilton, considerou que a pista é “extremamente desafiante, muito técnica, mas com um ritmo incrível”.

O britânico exultou com os dois primeiros lugares da Mercedes, “o melhor cenário” idealizado, pois, assim, terá Valterri Bottas para tentar servir de tampão a Verstappen.

“É o melhor companheiro de equipa de sempre”, frisou o piloto britânico.

Esta sessão de qualificação trouxe algumas surpresas, como a eliminação logo na primeira fase (Q1) do alemão Sebastian Vettel (Aston Martin), que não foi além do 17.º lugar, bem como do 13.º posto do espanhol Fernando Alonso (Alpine), que na corrida anterior conseguiu o primeiro pódio desde que regressou ao Mundial, no início da temporada.

Esta foi a segunda ‘pole’ consecutiva de Hamilton, quinta da temporada.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.