Ómicron estava na Holanda antes de ser detectada na África do Sul

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O instituto de saúde RIVM da Holanda anunciou esta terça-feira que descobriu a variante Ómicron em amostras de casos positivos que datam do período entre os dias 19 e 23 deste mês, avança a agência noticiosa Associated Press.

Esta revelação do instituto RIVM indica que a nova estirpe do SARS-CoV-2 já estava a propagar-se na Europa antes dos primeiros casos terem sido detectados na África do Sul (as autoridades de saúde sul-africanas reportaram a Ómicron à OMS no dia 24 de Novembro) e antes dos casos identificados no aeroporto de Schiphol, em Amesterdão, este fim-de-semana.

O RIVM afirmou que “ainda não é claro se estas pessoas visitaram o sul de África”.

“Nos próximos dias, vamos realizar vários estudos sobre a disseminação da variante Ómicron na Holanda”, adiantou o instituto, acrescentando que vai reexaminar outras amostras de testes anteriores.

Com 16 casos agora confirmados, a Holanda regista, actualmente, um dos maiores índices de contágio da nova variante na Europa.

Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.