Liverpool goleia com ‘bis’ de Jota e sobe provisoriamente ao segundo posto

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Liverpool, com a ajuda de um ‘bis’ do futebolista português Diogo Jota, goleou hoje na receção ao Southampton (4-0), num encontro da 13.ª jornada da Liga inglesa, e subiu provisoriamente ao segundo lugar.

Depois de vencer o FC Porto a meio da semana, para a Liga dos Campeões, o emblema treinado pelo alemão Jürgen Klopp voltou a exibir-se a grande nível e, desta vez, com um ‘onze’ sem poupanças, ao invés do que tinha acontecido diante dos ‘dragões’ (2-0).

Em Anfield Road, o avançado luso colocou os anfitriões em vantagem, logo aos dois minutos, e viria a bisar aos 32, num lance em que voltou a surgir à ‘boca’ da baliza, antes do espanhol Thiago Alcantara colocar um ponto final nas aspirações dos forasteiros, aos 37.

No segundo tempo, o central neerlandês Van Dijk (52) marcou à antiga equipa e fechou o resultado com números goleadores, que deixam o Liverpool no segundo posto, 28 pontos, menos um do que o líder Chelsea, que nesta ronda recebe o Manchester United.

O Manchester City, que será o anfitrião do West Ham (quatro, com 23), fecha o pódio, com 26.

A armada lusa do Wolverhampton, treinada por Bruno Lage, não foi além do ‘nulo’ na visita ao campo do ‘aflito’ Norwich e pode perder o sexto lugar (20 pontos) para o Tottenham, sétimo, com menos um.

Os portugueses José Sá, Nélson Semedo, Rúben Neves, João Moutinho e Francisco Trincão alinharam de início nos ‘wolves’, enquanto o compatriota Fábio Silva foi suplente não utilizado.

No primeiro encontro do dia, o Arsenal bateu o lanterna-vermelha Newcastle (2-0), que continua sem vencer na Premier League, enquanto os ‘gunners’ ocupam o quinto posto, com 23.

Sem o português Cédric Soares na ficha de jogo, foi o compatriota Nuno Tavares, hoje titular, a ter um papel crucial no resultado, quando assistiu o colega de equipa Bukayo Saka (56), para este dar início à vitória, consumada por Gabriel Martinelli (66).

De resto, o Aston Villa foi a sul de Londres impor-se diante do Crystal Palace (2-1), face aos remates certeiros do defesa Targget (15) e do médio McGinn (86), enquanto Guehi (90+5) marcou o tento de honra dos locais, que foram alcançados pelos ‘villans’ na 10.ª posição.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.