Roma, de Mourinho, goleia e Tottenham perde na Eslovénia com Mura

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Roma, treinada pelo português José Mourinho, goleou esta quinta-feira na receção aos ucranianos do Zorya, por 4-0, no grupo C da Liga Conferência da Europa de futebol, numa jornada em que o Tottenham foi protagonista pela negativa.

A equipa de Mourinho, desta vez, não facilitou e chegou ao intervalo a vencer por 2-0, com golos do espanhol Carles Perez e de Nicolo Zaniolo, aos 15 e 33 minutos, numa partida em que o técnico luso apresentou a sua melhor equipa, ao contrário do que fez na Noruega, frente ao Bodo/Glimt, jogo do qual saiu com uma goleada humilhante por 6-1.

Com o internacional português Rui Patrício na baliza, a Roma aumentou a vantagem na segunda parte, com mais dois golos, um ‘bis’ do avançado internacional inglês Tommy Abraham, que a Roma foi contratar ao Chelsea no início da época para compensar a saída do bósnio Edin Dzeko para o AC Milan.

Com esta goleada, a Roma garantiu, pelo menos, a passagem aos 16 avos de final da competição, por via do segundo lugar, mas pode na última jornada ainda chegar ao primeiro lugar e assegurar uma vaga nos oitavos de final, ainda que não dependa de si.

O Bodo/Glimt segue na liderança com 11 pontos, mais um do que a Roma, e desloca-se à Ucrânia para defrontar o Zorya, que já está afastado do apuramento, enquanto a Roma vai a Sofia, defrontar o CSKA, sendo que os noruegueses garantirão o primeiro lugar e consequente apuramento para os oitavos se vencerem ou fizerem o mesmo resultado da equipa romana.

Entretanto, o Tottenham, até há bem pouco tempo orientado pelo português Nuno Espírito Santo, substituído no cargo pelo italiano Antonio Conte, perdeu em Maribor, na Eslovénia, com a modesta equipa do Mura, atual quinto classificado do campeonato daquele país, por 2-1, voltando a ‘derrapar’ na Europa, no grupo G da Liga Conferência.

O treinador italiano repetiu erros anteriores de Nuno Espírito Santo e José Mourinho, quando estes treinavam a equipa, ao poupar nas provas europeias muitos dos habituais titulares e dar oportunidade a jogadores menos utilizados.

Conte, que viu a sua equipa reduzida a 10 jogadores por expulsão de Ryan Sessegnon, aos 32 minutos, por dois amarelos, ainda tentou emendar a mão na segunda parte, com as entradas de Heung-Min Son, Lucas Moura, Eric Dier, Ben Davies e Hojbjerg, e ainda conseguiu chegar ao 1-1, por Harry Kane, aos 72, mas acabaria por sofrer o 2-1, aos 90+4, por Amadej Maroses.

Com este resultado, o Tottenham ficou afastado do primeiro lugar, ocupado pelo Rennes, que hoje empatou a três golos na receção ao Vitesse, e vai agora disputar na última jornada o segundo lugar, que acede aos 16 avos de final, com a equipa holandesa, que recebe o Mura, enquanto a formação londrina recebe a equipa francesa.

De destacar, ainda, no grupo B, a vitória dos cipriotas do Anorthosis, por 1-0, sobre os belgas do Gent, que já tinham garantido o primeiro lugar, e que apresentaram um onze desfalcado de vários titulares, e a derrota do Partizan na Estónia, frente ao Flora, por 1-0.

No grupo A, o LASK Linz assegurou o primeiro lugar ao vencer em Telavive o Maccabi, por 1-0, com um golo marcado aos 89 minutos, cabendo aos israelitas o segundo lugar que os qualifica para os 16 avos de final.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.