União Europeia em Angola promove campanha de 16 dias para evitar violência contra mulheres

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A União Europeia lança na quinta-feira uma campanha de combate à violência contra mulheres, que terá a duração de 16 dias, durante a qual pretende sensibilizar a sociedade angolana sobre a necessidade de erradicar este fenómeno.

De acordo com uma nota de imprensa da União Europeia, o lançamento da campanha denominada “16 Dias de Ativismo — Diga Não à Violência contra as Mulheres — Orange The World” acontece na quinta-feira, em Luanda, no Palácio de Ferro.

Com acesso gratuito ao público, o evento terá a duração de aproximadamente três horas, fazendo parte do cartaz a cantora angolana Selda, a violinista Cláudia Hernandez, os rappers Kool Klever e CFK, bailarinos, artistas de ‘Spoken Word’ e de graffiti, que animarão a noite com várias atuações, bem como uma exposição de retratos da autoria do fotógrafo Bruno Fonseca.

O programa de lançamento da campanha prevê ainda a exibição de vídeos, com extratos de filmagens sobre a violência de género, bem como o ‘spot’ da campanha de televisão.

Durante o ato está igualmente prevista uma intervenção do embaixador da causa, Costa Vilola, um conhecido humorista angolano, que integra o grupo de humor Tunezas, “que assume ao longo de toda a campanha um papel de alerta, lembrando que classificar a violência de género como um ‘assunto de mulheres’ é parte do problema”.

O evento contará com um momento de assinatura de livros pelos artistas de ‘Spoken Word’.

“O livro ‘Há Luta na Voz’ é totalmente dedicado aos Direitos das Mulheres, com um olhar especial para o acesso à justiça e participação”, refere a nota da União Europeia.

A campanha tem início no dia 25 deste mês, dedicado ao Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra a Mulher, e termina a 10 de dezembro, Dia dos Direitos Humanos.

“Ao longo deste período, a União Europeia promoverá atividades de sensibilização com o objetivo de consciencializar a população sobre a necessidade de erradicar a violência contra a mulher”, salienta o comunicado da organização.

A campanha “16 dias de ativismo — Diga não à violência contra as mulheres — Orange The World” é lançada anualmente a nível global pelas Nações Unidas para sensibilizar o público para a violência doméstica e todas as violências feitas às mulheres.

Um dos propósitos da campanha é adotar uma abordagem em que os homens estejam envolvidos, de forma a sensibilizarem outros homens a respeitar as mulheres, tendo a constante preocupação de que os homens não monopolizem a palavra, mas, pelo contrário, que sejam promotores ao serviço da causa.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.