Cristiano Ronaldo entre os nomeados para o prémio The Best de 2021

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O avançado internacional português Cristiano Ronaldo é um dos 11 jogadores nomeados para o prémio The Best de 2021, atribuído pela FIFA e que distingue o melhor futebolista mundial do ano, anunciou hoje o organismo regulador da modalidade.

Cristiano Ronaldo, de 36 anos, recebeu o prémio The Best com presente formato em 2016 e 2017, tal como sucedeu em 2013 e 2014, em atribuições conjuntas com a Bola de Ouro, depois de ter sido distinguido em 2008 como Jogador do Ano da FIFA, antecessor do atual galardão.

Na luta pelo sexto troféu, o avançado — o único português nomeado, em todas as categorias – terá a concorrência do polaco Robert Lewandowski (Bayern Munique), vencedor em 2020, e de três franceses: Karim Benzema (Real Madrid), N’Golo Kanté (Chelsea) e Kylian Mbappé (Paris Saint-Germain).

O belga Kevin De Bruyne (Manchester City), o argentino Lionel Messi e o brasileiro Neymar (ambos do Paris Saint-Germain), o norueguês Erling Haaland (Borussia Dortmund), o italiano Jorginho (Chelsea) e o egípcio Mohamed Salah (Liverpool) completam o lote de candidatos.

Cristiano Ronaldo, que este ano regressou ao Manchester United, após três épocas na Juventus, não voltou a conquistar o prémio desde 2017, mas esteve sempre presente entre os três finalistas: segundo lugar em 2018 e 2020, atrás do croata Luka Modric e de Lewandowski, e terceiro em 2019, num ano em que Messi foi o vencedor.

O italiano Gianluigi Donnarumma (Paris Saint-Germain), campeão e melhor jogador do Euro2020, realizado em 2021 devido à pandemia de covid-19, o brasileiro Alisson Becker (Liverpool), o senegalês Édouard Mendy (Chelsea), o alemão Manuel Neuer (Bayern Munique) e o dinamarquês Kasper Schmeichel (Leicester) disputam a categoria de melhor guarda-redes.

Na corrida pelo prémio de melhor treinador estão os italianos Antonio Conte (que em 2021 treinou Inter Milão e Tottenham) e Roberto Mancini (seleção de Itália), os alemães Hansi Flick (Bayern Munique e seleção da Alemanha) e Thomas Tuchel (Chelsea), os argentinos Lionel Scaloni (seleção da Argentina) e Diego Simeone (Atlético de Madrid) e o espanhol Pep Guardiola (Manchester City).

No setor feminino, a inglesa Lucy Bronze (Manchester City) volta a ser uma das candidatas a revalidar o troféu que conquistou no ano passado, tal como a treinadora holandesa Sarina Wiegman.

Os três finalistas das várias categorias do prémio The Best de 2021 serão anunciados no início de janeiro de 2022, informou a FIFA, sem precisar a data, e o vencedor será conhecido em 17 de janeiro.

O troféu, cuja votação pública da atual edição decorrerá até 10 de dezembro, substituiu o antigo prémio de Jogador do Ano da FIFA, criado em 1991 e que entre 2010 e 2015 foi atribuído em conjunto com a Bola de Ouro, da revista France Football.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.