Lewis Hamilton conquista 102.ª ‘pole’ na estreia do Qatar na F1

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) conquistou hoje a 102.ª ‘pole position’ da carreira ao ser o mais rápido na qualificação para o Grande Prémio do Qatar de Fórmula 1, 20.ª das 22 provas da temporada.

Hamilton fez o seu melhor registo na última volta, com o tempo de 1.20,827 minutos, batendo o holandês Max Verstappen (Red Bull), líder do campeonato, por 0,455 segundos. O finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) foi terceiro, a 0,651 segundos de Hamilton.

O desempenho do Mercedes tem demonstrado um aprimoramento de forma da equipa campeã do mundo nas últimas duas corridas, sobretudo no que à velocidade de ponta diz respeito.

Esta prova marca a estreia do Qatar como palco de uma prova do Mundial de Fórmula 1, que se deverá manter pela próxima década.

O francês Pierre Gasly (Alpha Tauri) garantiu a quarta posição da grelha, já a 0,813 segundos do autor da ‘pole’, com o espanhol Fernando Alonso (Alpine) a conseguir uma das melhores qualificações do ano, com a quinta posição, a 0,843 segundos.

Hamilton chega a esta ronda com 14 pontos de desvantagem para Max Verstappen no campeonato

O holandês foi convocado pela direção de corrida para responder perante os comissários por ter, alegadamente, ignorado duas bandeiras amarelas na sua derradeira tentativa, após um acidente de Gasly na última curva.

A atuação de Verstappen no Brasil, na ronda anterior, quando saiu de pista para se defender de uma tentativa de ultrapassagem de Hamilton, causou celeuma entre o pelotão, com vários pilotos, como o monegasco Charles Leclerc (Ferrari), a ameaçarem “endurecer” o estilo de condução.

Para já, a Federação Internacional do Automóvel (FIA) decidiu realizar uma investigação mais aprofundada às asas traseiras dos monolugares na sequência da polémica levantada no GP do Brasil, que culminou com a desclassificação de Lewis Hamilton da qualificação dessa prova.

A Red Bull ameaçou mesmo, já no Qatar, voltar a protestar a asa da Mercedes por considerar que não respeita os regulamentos técnicos.

Incidentes que apimentam a discussão do título quando faltam três corridas para o final da temporada.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.