Chefes da diplomacia da União Europeia e União Africana reúnem-se hoje para preparar cimeira

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Os chefes da diplomacia da União Europeia (UE) e União Africana (UA) reúnem-se hoje em Kigali, capital do Ruanda, para preparar a cimeira UE-África, prevista para fevereiro de 2022 após vários adiamentos devido à pandemia de covid-19.

A reunião ministerial, copresidida pelo presidente do Conselho Executivo da UE, o vice-primeiro-ministro e chefe da diplomacia da República Democrática do Congo, Christophe Lutundula Apala, e pelo Alto Representante da UE para a Política Externa, Josep Borrell, decorre desde segunda-feira em Kigali, estando previsto para hoje um encontro ao nível de ministros dos Negócios Estrangeiros.

Segundo um comunicado do Governo português, a reunião “irá permitir avaliar os progressos registados desde a cimeira de Abidjan [realizada em 2017], ao nível da cooperação entre a União Europeia e a União Africana, bem como debater as perspetivas futuras para esta parceria entre os dois blocos continentais”.

Angola será representado nesta reunião pelo ministro das Relações Exteriores, Teté António.

De acordo com fonte de Bruxelas, as discussões em Kigali centrar-se-ão na cooperação UA-UE no reforço da resiliência, paz, segurança e governação, e migração e mobilidade”, assim como na parceria entre as duas partes tendo em vista a “mobilização de investimentos para a transformação estrutural sustentável africana e no investimento nas pessoas”, designadamente nas áreas da educação, ciência, tecnologia e desenvolvimento de competências.

A crise da covid-19 e a solidariedade internacional a nível de vacinas deverão também ser abordadas no encontro de Kigali, indicaram outras fontes.

A próxima cimeira de chefes de Estado e de Governo da UE e da UA, a sexta, inicialmente marcada para 2020, está agora agendada para fevereiro de 2022 em Bruxelas, depois de sucessivos adiamentos devido à pandemia da covid-19, que impediram designadamente a sua celebração durante a presidência portuguesa do Conselho da UE no primeiro semestre deste ano.

As primeira e segunda cimeiras EU-África foram celebradas com Portugal ao ‘leme’ da UE, em 2000, no Cairo, e em 2007, em Lisboa.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.