BI basta para angolanos na diáspora votarem

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Bilhete de Identidade (BI) de cidadania nacional é documento suficiente para os angolanos na diáspora poderem votar nas eleições gerais, previstas para 2022.

O Guardião

“O critério para poder votar é a existência do BI na base de dados do Bilhete de Identidade”, adiantou o ministro da Administração do Território, Marcy Lopes.

O governante falava esta quinta-feira em conferência de imprensa em Lisboa, Portugal, no final de visitas aos consulados de Angola no Porto e na capital portuguesa.

“Os emigrantes angolanos terão a possibilidade de exercer o seu direito de voto na diáspora, bastando apresentar o Bilhete de Identidade que servirá para atualizar o registo eleitoral”, reforçou.

No caso específico de Portugal, Marcy Lopes aconselhou os angolanos que não têm o BI a tratar o documento nos consulados de Angola em Lisboa ou no Porto, onde existem postos fixos.

O ministro informou que nos consulados o processo está a ser agilizado, para que ninguém fique impedido de votar.

Segundo o governante, a nível da diáspora o processo para o novo registo eleitoral já decorre na República Democrática do Congo e na República do Congo, onde se encontram as maiores diásporas angolanas.

Marcy Lopes está em Portugal para “verificar o estado de preparação da missão diplomática e consular” no país para o registo eleitoral oficioso.

Nas próximas eleições gerais os angolanos na diáspora poderão votar pela primeira vez, em consequência da alteração pontual da Constituição, feita recentemente.

O registo eleitoral oficioso, incumbência do Ministério da Administração do Território, prevê recensear os angolanos com capacidade eleitoral activa, durante seis meses.

Na primeira fase, que termina em Dezembro, será feita a actualização da base de potenciais eleitores só no país, e a segunda fase, a decorrer de Janeiro a Março do próximo ano, será feita dentro das fronteiras nacionais e na diáspora.

Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.