África com mais 251 mortes e 4.549 novos casos nas últimas 24 horas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

África registou mais 251 mortes associadas ao novo coronavírus nas últimas 24 horas, num total de 216.264 desde o início da pandemia, que já infetou 8.450.464 pessoas na região, segundo os dados oficiais hoje divulgados.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nas últimas 24 horas registaram-se mais 4.549 casos de covid-19.

No mesmo período, o número de recuperados foi de 6.402, o que totaliza agora 7.824.863.

A região da África Austral é a região mais afetada do continente, com 3.916.474 casos e 110.798 óbitos associados à covid-19. Nesta região, encontra-se o país mais atingido pela pandemia, a África do Sul, que contabiliza 2.917.846 casos e 88.754 mortes.

O Norte de África, que sucede à África Austral nos números da covid-19, atingiu hoje 2.571.038 infetados e 69.489 mortes associadas à doença.

A África Oriental contabiliza 1.044.088 infeções e 22.479 mortos, e a região da África Ocidental regista 658.450 casos de infeção e 9.859 mortes. A África Central é a que tem menos casos de infeção e de mortes, 260.414 e 3.639 respetivamente.

A Tunísia, o segundo país africano com mais vítimas mortais a seguir à África do Sul, regista 25.121 mortes e 711.164 infetados, seguindo-se o Egito, com 18.105 óbitos e 321.084 casos de infeção, e Marrocos, que contabiliza o segundo maior número de infeções em todo o continente, 942.967 casos, mas menos mortes do que os dois países anteriores, 14.580 óbitos associados à doença.

Entre os países mais afetados estão também a Etiópia, com 6.287 vítimas mortais e 360.503 infeções, a Argélia, com 5.878 óbitos e 205.529 pessoas infetadas e o Quénia, com 5.238 mortes associadas à doença e 252.308 contágios.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique contabiliza 1.927 mortes associadas à doença e 151.157 infetados acumulados desde o início da pandemia, seguindo-se Angola (1.682 óbitos e 63.340 casos), Cabo Verde (347 mortes e 38.082 infeções), Guiné Equatorial (163 óbitos e 13.097 casos), Guiné-Bissau (141 mortos e 6.131 infetados) e São Tomé e Príncipe (56 óbitos e 3.613 infeções).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A covid-19 provocou pelo menos 4.910.200 mortes em todo o mundo, entre mais de 241,48 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.