Vídeo: Palancas feitos reféns no aeroporto de Libreville

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Federação Angolana de Futebol (FAF) acusou as autoridades gabonesas de “fazerem refém” e de falta de “fair play” por reterem por várias horas os jogadores da seleção nacional no interior do aeroporto e depois destes terem forçado a sua saída do mesmo, impedi-los de ir ao hotel.

A denúncia foi feita através de vários vídeos publicados na sua página na rede social Twitter com pode ver nas imagens abaixo.

As autoridades gabonesas alegaram que a comitiva angolana “devia ser submetida a testes de COVID, mas a equipa de testagem nunca apareceu”, denunciou a FAF.

Ainda segundo várias mensagens publicadas no Twitter, a FAF denunciou que “a comitiva foi mantida presa numa sala sem climatização, sem cadeira.”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.