Três garimpeiras de ouro morrem soterradas no Huambo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Três cidadãs morreram soterradas, esta semana, na comuna do Cuima, município da Caála (Huambo), devido ao deslizamento de terra, quando tentavam explorar ouro numa mina ilegal da localidade, soube a Angop, esta quinta-feira.

Trata-se de mulheres com idades compreendidas entre os 38 e os 46 anos.

Ao confirmar a informação, o chefe de secção de imprensa da Delegação no Ministério do Interior no município da Caála, Evimbi Gomes, informou que o incidente ocorreu numa fazenda, localizada a dois quilómetros da vila comunal do Cuima, onde alegavam ter ouro.

Disse que os corpos das vítimas foram resgatados por uma comissão multissectorial criada pelas autoridades do município da Caála, com a composição de efectivos da Polícia Nacional, do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros e das Forças Armadas.

Por isso, Evimbi Gomes apelou a população para a observância de práticas recomendáveis para a exploração de minérios, abstendo-se dos garimpos.

Trata-se de primeiro caso de género este ano, na província do Huambo, onde vivem mais de dois milhões e 500 mil habitantes.

Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.