Questões técnicas levam ao prolongamento do V Congresso da FNLA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Questões de natureza técnicas relacionadas com o credenciamento de delegados levaram este sábado à decisão do prolongamento dos trabalhos do V Congresso da Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA), que decorre desde a passada quinta-feira (16), em Luanda.

Inicialmente previsto para decorrer de 16 a 18 do corrente mês, de acordo com fonte do partido, as sessões, cujo ponto mais alto será a eleição do Presidente, irão prolongar-se até domingo (19).

No evento, também designado como Congresso da reconciliação, está em abordagem a estratégia a adoptar para as eleições gerais de 2022 e as autárquicas, assim como a eleição do presidente do partido.

Concorrem à presidência da FNLA os militantes Lucas Benghy Ngomda, actual líder da formação política, Fernando Pedro Gomes, Tristão Ernesto, Nimi a Simbi e Carlito Roberto, os quais irão apresentar os seus programas de acção para a revitalização desse partido histórico.

O Congresso, que conta com mil e 451 delegados, está igualmente a abordar questões relacionadas com o regulamento de organização e funcionamento das estruturas do partido, regulamento de disciplina do militante, bem como análise da sua situação interna.

Entretanto, os candidatos a presidente da FNLA comprometeram-se a trabalhar para a reunificação do partido, marcando o início de um processo irreversível para a almejada unidade dos militantes.

O conclave decorre sob o lema ” FNLA, unidos na diversidade venceremos”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.