Wall Street termina semana em terreno negativo com receios de inflação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A bolsa de valores de Nova Iorque encerrou hoje em terreno negativo pelo quinto dia consecutivo, com os investidores a reagirem negativamente à maior subida em 11 anos dos preços no retalho.

De acordo com os dados do final da sessão em Wall Street, o Dow Jones caiu 0,78%, para 37.607,72 pontos, enquanto S&P 500 caiu 0,77% para 4.458,58 pontos.

O índice Nasdaq, que engloba as principais empresas de tecnologia, caiu 0,87% para 15.115,49 pontos.

No acumulado da semana, o Dow Jones caiu 2,2%, o S&P 500 1,7% e o Nasdaq 1,6%.

Os investidores têm denotado nas últimas semanas insegurança face ao ritmo da recuperação económica nos Estados Unidos e à incerteza sobre a retirada de medidas de estímulo pela Reserva Federal (Fed).

O mercado foi hoje influenciado positivamente pela conversa telefónica entre o presidente norte-americano, Joe Biden, e o seu homólogo chinês, Xi Jinping, que levou os analistas a antever uma melhoria das relações dos dois países.

Por outro lado, nos indicadores económicos hoje conhecidos constatou-se hoje que a inflação nos produtores subiu em agosto e que os preços no retalho aumentaram 8,3% na comparação anual, a maior subida em 11 anos.

Todos os setores fecharam hoje com perdas, liderados pelas empresas de serviços (-1,38%), imobiliário (-1,23%) e tecnologia (-0,99%). As empresas de energia foram as menos afetadas (-0,04%).

Entre as 30 cotadas no Dow Jones, destacaram-se as quedas da Apple (-3,31%), Walgreens (-2,21%) e UnitedHealth (-2,15%).

Menos de uma dezena fechou no verde, com a Intel (0,82%) a ter o maior proveito.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.