Balanço mundial indica 4.227.765 mortos desde o início da pandemia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A pandemia do novo coronavírus fez pelo menos 4.227.765 mortos em todo o mundo desde que a OMS detetou a doença na China no final de 2019, segundo o balanço da AFP com base em dados oficiais.  

Mais de 198.247.050 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da pandemia. 

Os valores têm como base os balanços comunicados diariamente pelas autoridades sanitárias de cada país mas excluem as revisões realizadas posteriormente por alguns organismos estatísticos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, devido à mortalidade direta e indireta, relacionada com a Covid-19, este balanço pode ser duas ou três vezes mais elevado daquele que é oficialmente divulgado. 

Uma parte significativa dos casos menos graves ou assintomáticos continuam por detetar apesar do aumento dos meios de despistagem em muitos países. 

No domingo morreram mais 7.236 de SARS-CoV-2 e registaram-se 455.312 novos casos a nível global. 

Os países que registaram o maior número de mortes nos relatórios mais recentes são a Indonésia com mais 1.568 mortes, Rússia (785) e Brasil (464).

Os Estados Unidos são o país mais afetado em relação ao número de mortes e casos, com 613.228 óbitos e 35.003.546 casos, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil com 556.834 mortes e 19.938.358 casos, a Índia com 424.773 mortes (31.695.958 casos), o México com 241.034 mortes (2.854.992 casos) e o Peru com 196.438 mortes (2.113.201 casos).

Entre os países mais atingidos, o Peru é o que apresenta o maior número de mortes em relação à população, com 596 mortes por 100.000 habitantes, seguido da Hungria (311), Bósnia (295), República Checa (284) e Macedónia do Norte (264).

A América Latina e Caraíbas totalizavam, até às 10:00 de hoje, 1.375.285 mortes e 40.901.761 casos, Europa 1.203.546 mortes (58.536.165 casos), Ásia 675.820 mortes (44.999.056 casos), Estados Unidos e Canadá 639.828 mortes (36.434.778 casos), África 170.998 mortes (6.746.432 casos), Médio Oriente 160.907 mortes (10.543.800 casos) e Oceânia 1.381 mortes (85.064 casos).

Este balanço foi realizado tendo como base dados recolhidos pelas delegações da France Presse junto das autoridades nacionais e informações da OMS.

Devido a correções elaboradas pelas autoridades ou a publicações tardias dos dados, os números referentes ao aumento em 24 horas podem não corresponder exatamente aos publicados na véspera.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.