Exportações de Angola ao abrigo do Prodesi superaram 24 milhões no primeiro semestre

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

As exportações ao abrigo do programa de diversificação da economia (Prodesi) totalizaram 24 milhões de dólares (20,22 milhões de euros), segundo dados do Ministério da Economia e Planeamento de Angola.

Entre os principais produtos exportados na primeira metade do ano estão cimento, no valor de 11,8 milhões de dólares (10 milhões de euros), cerveja, 5,2 milhões de dólares (4,38 milhões de euros), e embalagens e garrafas de vidro, que totalizaram 2,5 milhões de dólares (2,1 milhões de euros).

A consultora NKC African Economics saudou o crescimento destas exportações, mas referiu que Angola tem ainda um longo caminho a percorrer para reduzir a dependência do setor petrolífero.

“Apesar do crescimento das exportações de produtos não-petrolíferos ser encorajadora, Angola ainda tem um longo caminho a percorrer para reduzir a sua dependência do petróleo e assegurar estabilidade económica futura”, referiu a consultora.

A NKC assinalou que em 2020, as exportações do setor representaram “quase 96% das exportações totais, 54% da receita do Governo e 31% do PIB real”

O PRODESI tem como linhas de financiamento os seguintes instrumentos: recursos remanescentes de linhas de crédito bilateral, estabelecidas inicialmente para atender ao Programa de Investimentos Públicos, recursos provenientes do Investimento Direto Estrangeiro, fundos de ‘private equity’ do Fundo Soberano de Angola, outros recursos do mercado financeiro nacional e estrangeiro disponíveis, como fundos privados de ‘private equity’, financiamentos com garantia de geração de créditos de carbono, etc.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.