Angola atinge 1.000 mortos e soma 178 novos casos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Angola registou mais seis mortos associados à covid-19, totalizando 1.000 óbitos, e 178 novos casos positivos nas últimas 24 horas, anunciaram hoje as autoridades sanitárias.

Os novos casos foram reportados nas províncias da Lunda Norte (86), Luanda (27), Cunene (22), Moxico (10), Huila (08), Benguela (07), Huambo (06), Lunda Sul (05), Zaire (03), Cabinda (02) e as províncias do Cuanza Norte e Uíje com um caso cada.

Segundo o boletim epidemiológico da direção nacional de Saúde Pública angolana, divulgado nesta quarta-feira, os seis óbitos foram registados nas províncias do Moxico, Huíla, Cunene, Lunda Norte e Lunda Sul e houve 222 recuperações da doença.

Pelo menos 2.710 amostras por RT-PCR foram processadas neste período pelos laboratórios angolanos com o cumulativo a apontar para 805.156 amostras processadas com uma taxa de positividade de 5,3%.

Angola, que vive há mais de um ano situação de calamidade pública e já regista a circulação comunitária das novas variantes da covid-19, totaliza 42.288 casos positivos, 35.964 recuperados, 1.000 óbitos e 5.324 casos ativos.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 4.179.675 mortos em todo o mundo, entre mais de 195,2 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.