Cidadão morto por suposto roubo de aguardente

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Um cidadão de 37 anos de idade foi morto no fim de semana, no Huambo, por alegado roubo de um litro de aguardente, vulgo “água do chefe”, soube a ANGOP, nesta segunda-feira.

Segundo o Comando da Polícia Nacional na província do Huambo, em nota enviada à ANGOP, a vítima foi agredida com ferro eléctrico, alegadamente por uma cidadã de 42 anos de idade, que se encontra em fuga.

O crime deu-se em horas não relevadas no bairro do Cavongue, arredores da cidade do Huambo, cujas diligências decorrem para a localização da suposta autora e posterior responsabilização civil e criminal.

Ainda no fim de semana, conforme o documento institucional, um outro cidadão de 57 anos de idade foi morto por espancamento, cujo suposto autor, de 46 anos, já está detido, por ter ateado fogo na lavra do acusado, isto no município do Bailundo.

A província do Huambo, localizada no Planalto Central de Angola, possui uma extensão territorial de 35 mil e 771 quilómetros quadrados e uma população estimada em dois milhões, 557 mil e oito habitantes.

Onze municípios compõem a província, designadamente, Bailundo, Caála, Cachiungo, Chicala-Cholohanga, Chinjenje, Ecunha, Huambo, Londuimbali, Longonjo, Mungo e Ucuma.

Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.