Angola passa de défice a excedente nas contas públicas este ano – Fitch Solutions

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A consultora Fich Solutions estima que o saldo orçamental de Angola este ano passe de défice a excedente, principalmente devido às receitas do petróleo, e vê a dívida pública abaixo do 100% do PIB em 2022.

“Prevemos agora que o saldo orçamental de Angola mude de um estimado défice de 1,4% do PIB em 2020 para um excedente de 0,7% em 2021, à custa de um aumento das receitas petrolíferas”, lê-se na análise à evolução das contas públicas de Angola.

No documento, enviado aos investidores e a que a Lusa teve acesso, os analistas desta consultora detida pelos mesmos donos da agência de notação financeira Fitch Ratings lembram que “esta é uma revisão em alta face à previsão anterior de um défice de 0,4% em 2021, e reflete a visão de que as receitas fiscais mais altas vão compensar uma eventual subida da despesa pública”.

Neste novo cenário, a Fitch Solutions vê o excedente a alargar-se para 1,4% do PIB no próximo ano, impulsionado pelas receitas do petróleo, e antecipa também uma melhoria na dívida pública, que deverá descer de 122% do PIB em 2020 para 106,8% este ano e 97,8% em 2022.

“O peso da dívida de Angola vai cair gradualmente com a recuperação económica e a consolidação orçamental, que ajudam a limitar as necessidades de financiamento”, apontam os analistas, concluindo, no entanto, que “o rácio da dívida face ao PIB continuará bem acima de média de 57,4% registada entre 2010 e 2019”, não só devido à desvalorização do kwanza, mas também devido ao contínuo endividamento do país.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.