Governo de Luanda abre concurso público para preencher mais de 2 mil vagas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Governo Provincial de Luanda (GPL) abriu hoje, quinta-feira (15), um concurso público para preencher duas mil e 39 vagas nas categorias de base, médio e superior.

As inscrições de ingresso e de acesso estão a ser feitas nas administrações municipais e escolas indicadas pelas autoridades locais.

De acordo com o director dos Recursos Humanos do GPL e presidente do corpo de júri do concurso público 2021, Moisés David Milagre, as vagas são um resultado das reformas, falecimentos, transferências, rescisão pessoal de contrato e promoção.  

As vagas existentes nos oito municípios são para técnicos de base, médio e superior de segunda e terceira classes, escriturário dactilografo, motorista de pesados e ligeiro, auxiliar administrativo e de limpeza, operário qualificado e não qualificado.

Esclareceu que a Comissão Administrativa da Cidade de Luanda (CACL) não foi abrangida, porque na altura da solicitação de abertura de vagas, o município não apresentou as suas necessidades por não ter o seu estatuto orgânico de pessoal aprovado, o que dificultou o trabalho do Ministério das Finanças para fazer a conversão das vagas.

No entanto, prosseguiu o responsável, o município de Luanda tem vagas para o concurso de acesso, isso porque o sistema integrado de gestão financeira do Estado tem o pessoal da CACL inscrito e esses funcionários precisam de ser promovidos na carreira.

Para o concurso de acesso (promoção) podem candidatar-se todos os funcionários do Governo provincial e das administrações municipais, desde que tenham uma avaliação positiva na carreira nos últimos cinco anos, o que vai permitir a subida de um grau na categoria de onde se encontrava antes da realização do concurso.    

O município de Viana, com 74 vagas em quatro categorias, é o que menos funcionários vai enquadrar neste concurso, segue-se o Belas com 134, Cacuaco com 239, Icolo e Bengo precisa de 251, Quiçama 275, Cazenga com 325 vagas e o Kilamba Kiaxi com maior capacidade de absorver novos funcionários em todas as categorias, com 394.

A inscrição que tem prazo de 15 dias, exige dos concorrentes para as carreiras superiores, nas áreas de comunicação social, construção civil, arquitectura, direito, economia, psicologia, agronomia, ambiente, geógrafos, contabilidade e gestão, que sejam avaliados em provas de acordo com as áreas de formação, antecedida de avaliação da documentação.

Para a inscrição, é necessário a cópia do BI e do certificado de habilitações literárias, ser cidadão angolano com idade não inferior a 18 anos e não superior a 35 anos.

 Referiu que não é necessário a apresentação do talão de recenseamento, para os candidatos do sexo masculino, e o certificado de habilitação validado pelo Gabinete provincial de educação de Luanda para fazer a inscrição.

Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.