FAF intima Kabuscorp a liquidar dívida com treinadores

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Kabuscorp do Palanca foi intimado pela Federação Angolana de Futebol (FAF) a pagar, em 30 dias, dívidas ao seu antigo treinador Paulo Torres, no valor de vinte e nove milhões e trezentos mil kwanzas (29.300.000.00), e dois mil euros.

O Guardião

O incumprimento contratual a que incorreu o clube “palanquino”, na época 2018/19, obriga-o ainda ao pagamento, no mesmo período, de seis milhões de kwanzas ao então preparador físico Rui Oliveira, segundo um comunicado da FAF, datado de 8 deste mês, a que a Angop teve acesso esta terça-feira.

O documento refere que, face à reclamação apresenta pelos requerentes, o clube foi notificado para exercer o seu direito de contraditório no prazo de oito dias, mas não se pronunciou, pelo que, nesta conformidade, os factos alegados foram considerados confessos e verdadeiros.

Na época em causa, o Kabuscorp fora relegado ao escalão inferior do futebol nacional por incumprimento de prazos no pagamento de dívidas, sobretudo a jogadores, com realce para mais de 200 mil dólares ao internacional brasileiro Rivaldo.

Actualmente, a agremiação do Palanca lidera a série A1 do zonal de apuramento ao próximo Girabola, com 18 pontos.

Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.