Angola encaixou 756 milhões de euros com exportação de petróleo em junho

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Estado angolano encaixou mais de 756 milhões de euros em receitas fiscais com a exportação de petróleo em junho, segundo informação do Ministério das Finanças, hoje divulgada.

Em junho, Angola exportou 33.401.079 barris de petróleo (uma quebra de 1,66 milhões de barris face a maio), a um preço médio que aumentou, no espaço de um mês, de 62,62 dólares (53,15 euros), para 69,48 dólares (58,97 euros) por barril.

As vendas globais de petróleo em junho ascenderam assim a 2.320 milhões de dólares (1.969 milhões de euros), que por sua vez representaram receitas fiscais para o Estado angolano no valor de 572.949.521.082 kwanzas (756.348.594 milhões de euros, à taxa de câmbio atual).

Na origem destes dados estão números sobre a receita arrecadada com o Imposto sobre o Rendimento do Petróleo (IRP), Imposto sobre a Produção de Petróleo (IPP), Imposto sobre a Transação de Petróleo (ITP) e receitas da concessionária nacional.

Os dados constantes nestes relatórios do Ministério das Finanças resultam das declarações fiscais submetidas à Direção Nacional de Impostos pelas companhias petrolíferas, incluindo a concessionária nacional angolana, a empresa pública Sonangol.

Já desde o início do ano, Angola exportou 210.159.845 barris de petróleo ao preço médio de 59,41 dólares (50,43 euros).

Esta exportação resultou em receitas fiscais totais, desde o início do ano, superiores a 2,44 biliões de kwanzas (cerca de 3.223 milhões de euros, ao câmbio atual).

O Orçamento Geral do Estado de Angola para 2021 previa um preço de referência de 39 dólares por barril de petróleo para este ano.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.