Cerca de 2 milhões de crianças angolanas estão fora do sistema de ensino

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Cerca de dois milhões de crianças em  idade escolar estão fora do ensino de ensino e aprendizagem, afirmou, esta segunda-feira, o Director Nacional de Quadros do Ministério da Educação, Caetano Domingos.

O Guardião

Este número representa cerca de 32 por cento da população em idade escolar.

Segundo Caetano Domingos, que falava na abertura da primeira conferência nacional sobre sindicalismo e educação de qualidade para o desenvolvimento sustentável, numa promoção do Sindicato Nacional de Professores (SINPROF), das que frequentam o ensino, um grande número não consegue aprender o conteúdo básico como ler, escrever e contar de forma a atender os padrões mínimos de aprendizagem.

Na óptica do director, é necessário melhorar as infra-estruturas escolares e  disponibilizar ferramentas necessárias para a aprendizagem e que supram as suas necessidades físicas e psicológicas.

“Construir e melhorar instalações físicas apropriadas para as crianças e que proporcionem ambiente de aprendizagem seguro e não violento”, reforçou.

Para o responsável é, igualmente, necessário qualificar os profissionais na área da educação,  um dos factores importantes  no processo do ensino com qualidade.

Caetano Domingos  explicou que o Ministério da Educação (MED) tem criado cada vez mais oportunidades para o acesso das crianças à escola e uma educação de qualidade, investido no sector os recursos necessários e indispensáveis para a segurança e qualidade do processo de ensino e aprendizagem.

Sob o lema ” Educação de qualidade e sustentável”, a primeira conferência nacional  aborda  temas como as políticas públicas na educação,  o seu alcance para uma educação de qualidade e desenvolvimento sustentável do país,  investimento na educação e a qualidade da despesa: seu impacto para o alcance da educação de qualidade,  bem como a educação enquanto direito humano, desafios para qualidade,  equidade e sustentabilidade.

Dados disponíveis indicam que o presente ano lectivo contou com mais de seis milhões de alunos do ensino primário, do total de 13.700.000 de estudantes matriculados, 3.120.000 dos quais entraram pela primeira vez no sistema de ensino e aprendizagem. 

No início do ano lectivo 2020, foram disponibilizadas 39.844 salas para o pré-escolar e ensino primário. 

Para o ensino secundário geral, foram disponibilizadas 16.069 salas de aula para o I ciclo e 11.865 salas de aula para o II ciclo. 

Nos três níveis de ensino, existem 167.032 salas de aula.

O ensino privado conta com duas mil instituições (primário, I e II ciclo do ensino secundário), dos quais 666 em Luanda. Estes contam com um milhão e 500 alunos matriculados. 

O Sistema Nacional de Ensino conta com 210.674 mil professores. 

Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.