Privados vão financiar 40% do Plano director dos Transportes avaliado em 30 mil milhões de dólares

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O sector privado é chamado a investir 12 mil milhões de dólares, representando 40% do Plano Director Nacional do Sector dos Transportes e Infraestruturas Rodoviárias (PDNSTIR 2019-2038), aprovado recentemente pelo Presidente da República, avaliado em 30,3 mil milhões de dólares, revela o Jornal Expansão.

Segundo dados avançados pelo Jornal Expansão, o Plano Director será implementado em três fases, sendo que a primeira fase teve início em 2018 e vai até 2023, a segunda fase será implementada entre 2024 e 2029, enquanto que a terceira vai até 2038.

“A primeira fase deverá consumir cerca de 10,1 mil milhões de dólares, dos quais 6,3 mil milhões (63%) serão suportados pelo governo, enquanto os restantes 37% serão financiados pelo sector privado”, escreve a mesma fonte.

Segundo o Ministério dos Transportes, citado pelo Expansão, “o sector está a criar o Fundo de Infraestruturas de Transportes de Angola (FITA), para alavancar projectos de infraestruturas sem grande intervenção do Estado, onde a sua fonte de recursos será a arrecadação de receitas das empresas ligadas ao sector e dos adiantamentos ‘Up fronts’ das concessões de infraestruturas existentes, ou seja, projectos”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.