Maria Borges promove o turismo interno

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A super modelo angolana, Maria Borges, prevê, no período de 30 de Junho a 20 de Julho, uma digressão pelo país no âmbito da promoção do potencial turístico nas províncias do Namibe, Huíla, Malange, Zaire e Luanda.

Segundo o director-geral do Instituto de Fomento do Turismo (INFOTUR), Afonso Vita, que falava em conferência de imprensa, a estratégia da consagração como embaixadora do turismo angolano passa pela promoção dos recursos naturais e culturais  do país além-fronteira, bem como atracão de investimento no sector.

No périplo pelas províncias, a embaixadora do turismo angolano vai manter contacto com os governadores locais, bem como participar em workshops, exposições, desfiles de moda e sessões de vídeos e fotografias em vários pontos turísticos das províncias visitadas.

Em Luanda, o novo rosto do turismo angolano, no mundo, vai trabalhar ainda com os patrocinadores, investidores e operadores, bem como participar na apresentação do website “Loja online”.

Para o responsável, a visita nas cinco províncias surge no sentido de promover a região sul, zona melhor estruturada em termos de turismo, tendo em conta a localização dos atractivos turísticos e as vias de acesso.

Afonso Vita disse ainda que a escolha de Maria Borges deveu-se ao facto de ser, até ao momento, uma figura que tem uma imagem consolidada dentro e fora do país, bem como a sua dimensão em países com grande emissão de turistas, como Estados Unidos da América e a Europa.

Conforme Afonso Vita, o projecto “Juntos e todos pelo turismo” surge como resposta a situação que se vive em termos de visão no sector do turismo, visando unir os “players” com o principal objectivo de despertar a sociedade angolana sobre a importância do turismo e como pode contribuir para o país.

“Os operadores do turismo esperam que se olhe para o sector como se olha para a agricultura”, referiu.

Para a primeira embaixadora do turismo angolano, Maria Borges, o trabalho é árduo e passará, desde já, no país onde fixou residência (Estados Unidos da América), com apresentações para mostrar as oportunidades de investimento na área do turismo.

 “Vou dizer as pessoas que  Angola está preparada para vos receber, tanto para o turismo como para investir”, referiu.

Maria Borges foi descoberta no concurso Élite Model Look aos 17 anos. Agenciada de imediato pela Step Model, participou no concurso “Ford Supermodel of the World Angola”, sendo a vencedora do mesmo.

Começou discretamente no mundo da moda internacional com participações nas semanas da Moda Lisboa e Portugal Fashion, e dali participou na Fashion Weeks, de Nova Iorque e Milão, fazendo  numa temporada 17 desfiles, nos EUA.

Em Itália foi a manequim escolhida para abrir o desfile da marca Rocco Barrocco, honra normalmente reservada às Top Modelos.

Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.