Huambo tem a taxa de letalidade mais alta do país

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A taxa de letalidade por Covid-19 na província do Huambo é a mais alta do país, com 3.7 por cento acima da média nacional, informou o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

Segundo o responsável, que falava à imprensa, por ocasião da visita de cinco dias que efectua a esta região do Planalto Central de Angola, a província registou, até ao momento, 56 óbitos, de um total de mil e 483 infecções, numa altura em que a taxa de letalidade nacional é de 2.2 por cento.

Franco Mufinda disse que a situação da província do Huambo é bastante preocupante por contrariar as projecções inicialmente previstas, cuja mitigação passa pelo cumprimento rigoroso das medidas de biossegurança por parte da população.

Nesta conformidade, o secretário de Estado para a Saúde Pública, que se faz acompanhar de outros especialistas, para ministrarem uma formação aos técnicos locais sobre a gestão de casos, anunciou o reforço das actividades das equipas de respostas rápidas no tratamento dos pacientes assintomáticos, com seguimento nas comunidades.

Esta estratégia, conforme o responsável, visa acelerar a recuperação destes pacientes, além do aumento das testagens massivas, aliadas ao reforço das medidas de biossegurança para cortar a cadeia de transmissão.

O quadro epidemiológico da Covid-19 na província do Huambo, habitada por dois milhões, 519 mil e 309 habitantes, reporta mil e 483 infecções, mil e 34 recuperados, 56 óbitos e 393 em tratamento institucional e domiciliar.  

No cumprimento da jornada laboral, o secretário de Estado procedeu à entrega de medicamentos e testes rápidos de combate à malária, sete mil doses de vacina da Astrazeneca contra a Covid-19 e material de biossegurança.

Franco Mufinda inteirou-se do funcionamento do Laboratório de Biologia Molecular, do Centro Materno Infantil da Mineira e do Centro de Saúde do Casseque, isto no município do Huambo, assim como do Hospital municipal da Caála.

Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.