Doença por identificar já matou uma dezena de crianças em Luanda

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Uma doença ainda por identificar já matou, em menos de 15 dias, pelo menos dez crianças, que apresentaram um quadro de febres altas, diarreia e vómitos, no município de Cacuaco, província de Luanda, denunciaram moradores da zona. 

A situação foi relatada pelos coordenadores de dois bairros afetados por esta doença, que as autoridades suspeitam tratar-se de febre amarela. 

“Já perguntámos a alguns técnicos de saúde do município de Cacuaco, a única resposta que nos estão a dar é que deve ser febre amarela e esses últimos dias os postos médicos estão abarrotados e as crianças estão a morrer todos os dias”, disse Manuel Cavaia, coordenador do Bairro dos Pescadores, em declarações à rádio pública de Angola. 

Manuel Cavaia reforçou que o bairro está a registar “muitos óbitos” devido a esta doença. 

Por sua vez, o coordenador do Bairro Emanuel, João Pascoal, 80 por cento da zona, vizinha do Bairro dos Pescadores, está a registar casos dessa doença. 

“Oitenta por cento [dos moradores] do Bairro Emanuel estão a passar por esta enfermidade, que já está a criar uma preocupação para a coordenação deste bairro e queremos transmitir isso para que as entidades revejam a saúde pública do nosso município, para que possam agir”, disse João Pascoal, igualmente em declarações à emissora estatal angolana. 

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.