BPC moderniza infraestruturas tecnológicas para evitar quebra de sinal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Banco de Poupança e Crédito (BPC) está a modernizar a sua infraestrutura tecnológica de armazenamento e processamento de dados, para a partir do final deste mês, prestar serviços com maior qualidade e eficácia aos clientes.

Trata-se de uma mudança faseada dos equipamentos afins da instituição, mormente softwares, hardware e aplicativos de gestão, tendo sido já realizados testes de ensaios, segundo o director de comunicação e imagem do BPC, José Matoso.

Em declarações à ANGOP, o responsável fez saber que “a referida infraestrutura vai permitir melhorias significativas no processamento e armazenamento de dados, assim como a redução gradual das conhecidas falhas no sistema”. 

A instalação poderá decorrer, antes do final de 2022, com a instalação de aplicativos de gestão bancária, numa iniciativa inserida  no plano em curso de Recapitalização e Requalificação do BPC, que dá prioridade à substituição da infraestrutura tecnológica deste  banco público. 

“Não é um processo simples devido à sua complexidade e sensibilidade, daí a substituição faseada. Depois destas substituições, teremos uma infraestrutura com maior capacidade de processamento e armazenamento de dados”,  afirmou. 

No mesmo âmbito, o Banco de Poupança e Crédito (BPC) lançou um concurso público para a aquisição de um total de 769 novos computadores, entre os quais 384 de mesa e 385 portáteis, para as suas distintas unidades orgânicas.

O referido concurso público está aberto à participação de entidades não residentes cambiais, e as propostas devem ser submetidas ao Banco, até às 15h00 do dia 22 deste mês de Junho.

O valor da caução definida é de 5% do preço global da proposta, cujo critério de adjudicação recai as que forem economicamente mais vantajosas. 

“(…..) No final deste mês, entra em produção uma infraestrutura de processamento e armazenamento de dados (Servidores e Storages) em substituição à actual que tem mais de 10 anos de vida e está totalmente obsoleta”, garantiu. 

Ainda assim, explicou José Matoso, a referida infraestrutura será reaproveitada e utilizada como “Backup” (unidade para cópia de segurança de dados/informações) do novo sistema – um aplicativo Core Bancário que se encontra em desenvolvimento.

Problemas técnicos e constrangimentos

Em consequência de problemas técnicos que perturbaram, severamente, o normal funcionamento dos serviços bancários, na última semana, o BPC viu-se obrigado a atender os seus clientes no sábado (dia 5), das 8h às 12 horas, com a abertura de uma rede de agências.

Entretanto, os problemas estão já parcialmente solucionados, estando neste momento a decorrerem outros trabalhos complementares para a resolução definitiva das quebras de sinais que condicionaram o normal funcionamento dos seus serviços.

As anomalias técnicas registadas nos últimos dias estavam ligadas às limitações do sistema de processamento e funcionamento do “Core Bancário”, resultantes da maior pressão exercida sobre a infraestrutura tecnológica do BPC.

Pelo facto, os clientes ficaram impossibilitados de fazer movimentos nos balcões e ATMs, sobretudo na sexta-feira (dia 4), limitando-se aos serviços de Internet Banking ou Multicaixa Express.

Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.