Putin promulga lei que retira a Rússia do tratado “Céus Abertos”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Presidente russo, Vladimir Putin, promulgou hoje a lei sobre a retirada da Rússia do Tratado de vigilância militar “Céus Abertos” na sequência da saída dos Estados Unidos do acordo.   

A publicação do texto no portal legislativo oficial russo ocorre a pouco mais de uma semana da primeira cimeira entre Putin e o chefe de Estado norte-americano, Joe Biden.

O encontro entre os dois presidentes está marcado para 16 de junho, em Genebra, Suíça.

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou Moscovo de não respeitar o tratado para justificar o abandono do acordo, que permite voos de observação a atividades militares dos Estados membros.

No final de maio, Joe Biden validou a decisão da administração anterior. 

Moscovo recusa-se a permanecer no tratado porque considera que outros países signatários, nomeadamente Estados europeus e o Canadá que integram a Aliança Atlântica, iriam transmitir a Washington informações sobre a Rússia.

O acordo, em vigor desde 2002, permite aos Estados-membros sobrevoarem qualquer parte dos territórios dos outros países que integram o acordo e fotografarem o solo (desde Vancouver, nos Estados Unidos, a Vladivostoque, na Rússia) para se assegurarem de que vizinhos e rivais não preparam ataques militares. 

O Tratado “Céus Abertos” é um dos vários diferendos entre a Rússia e os Estados Unidos a par das questões relacionadas com os ataques informáticos russos e assuntos sobre direitos humanos na Rússia.

Na sexta-feira passada, Putin disse que pretende encontrar uma forma de melhorar as relações com Joe Biden no encontro de Genebra.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.