África do Sul quer reduzir em 28% emissão de gases com efeito de estufa até 2030

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A África do Sul quer reduzir em 28% a emissão de gases com efeito de estufa até 2030, anunciaram, em audição, os membros da comissão presidencial das alterações climáticas.

A comissão, que foi nomeada em 2020, debateu a proposta de emissão de entre 380 e 400 toneladas de dióxido de carbono (CO2) até 2030, que integra o NDC (‘Nationally Determined Contribution’), um plano que vai ser apresentado ainda este ano na convenção das Nações Unidas sobre as alterações climáticas.

Esta meta “pode implicar algumas mudanças políticas, mas há um grande potencial nesta proposta”, defendeu, citada pela Bloomberg, a diretora executiva da Iniciativa Nacional dos Negócios e um dos membros da comissão, Joanne Yawtich.

Para alcançar esta meta, a África do Sul compromete-se a reduzir a sua dependência face ao Carvão, sendo que a concessionária estatal de energia Eskom Holdings já anunciou a reconversão de algumas fábricas tendo em vista a utilização de energia renovável.

Por sua vez, Louise Naude, que também integra a comissão, notou que 14 países “já se comprometeram a atingir a neutralidade”, meta que o país teve também atingir, defendeu.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.