Atriz Jodie Foster recebe prémio de carreira no Festival de Cannes

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A atriz norte-americana Jodie Foster vai receber um prémio de carreira no Festival de Cinema de Cannes, a decorrer em julho em França, foi hoje anunciado.

A atriz e realizadora, que estará presente na abertura da 74.ª edição, é distinguida com a Palma de Ouro pelo “brilhante percurso artístico, por uma personalidade rara e pelo discreto, mas firme, envolvimento com alguns dos grandes temas do nosso tempo”, justificou a direção do festival.

Jodie Foster, atualmente com 58 anos, estreou-se como atriz ainda na infância. A primeira vez que esteve em Cannes foi aos 14 anos, por conta do filme “Taxi Driver” (1976), de Martin Scorsese, um dos mais impactantes da carreira e que levou o prémio máximo do festival.

No entender de Cannes, Jodie Foster, duas vezes premiada nos Óscares, produtora e realizadora de quatro longas-metragens, é uma das personalidades cuja carreira faz a ponte entre a indústria cinematográfica de Hollywood e o cinema de autor.

Jodie Foster receberá o mesmo galardão de carreira já atribuído anteriormente a nomes como Jeanne Moreau, Bernardo Bertolucci, Jane Fonda, Agnès Varda e Manoel de Oliveira.

O 74.º Festival Internacional de Cinema de Cannes decorrerá de 06 a 17 de julho – adiado para o verão por causa da covid-19 -, e a programação será anunciada na quinta-feira, embora já tenha sido divulgada a seleção de alguns filmes, nomeadamente “The French Dispatch”, de Wes Anderson, “Benedetta”, de Paul Verhoeven, e “Anette”,de Leos Carax, que abrirá o festival.

O júri será presidido pelo realizador norte-americano Spike Lee.

Dos programas paralelos, sabe-se que o realizador norte-americano Frederick Wiseman, 91 anos, receberá o prémio de carreira da Quinzena de Realizadores.

Em maio, em entrevista à revista Variety, o diretor do festival, Thierry Frémaux, revelou que seriam feitos ajustes ao modelo do festival, tendo em conta o cenário de pandemia, nomeadamente com mais sessões ao ar livre.

Por ser um evento para mais de mil pessoas, o acesso ao festival será permitido apenas a quem esteja vacinado, ou apresente um teste negativo à covid-19 ou tenha imunidade comprovada, explicou.

Frémaux sublinhou ainda que os filmes a integrar a competição oficial terão de ser estreados em sala em França. “A nossa regra é que a Palma de Ouro e os filmes da competição sejam descobertos por todos os públicos”, disse.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.