Angola contabiliza oito mortes e 208 novos casos nas últimas 24 horas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Angola registou oito mortes associadas à covid-19, 208 casos de infeções pelo novo coronavírus e 74 doentes recuperados, nas últimas 24 horas, adiantou hoje o secretário de Estado para a Saúde Pública.

Franco Mufinda disse que os novos casos estão distribuídos pelas províncias de Luanda (151), Huambo (22), Huíla (13), Benguela (7), Zaire (7), Cabinda (4), Cuando Cubango (3) e Bié (1), sendo 121 do sexo masculino e 87 do sexo feminino, com idades entre um e 92 anos.

No período em referência, as mortes foram reportadas em Luanda (4), Huambo (2) e Huíla (2), sendo seis homens e duas mulheres, com idades compreendidas entre 52 e 71 anos, enquanto os 74 doentes que se recuperaram, com idades entre 01 e 92 anos, estão 33 em Luanda, 29 na Huíla, 9 no Huambo e três em Benguela.

Os dados de hoje totalizam para o país 34.960 casos, dos quais 780 óbitos, 28.264 recuperados e 5.916 ativos, dos quais 11 críticos, 33 graves, 175 moderados, sete leves e 5.690 assintomáticos, estando em internamento 222 pacientes, em quarentena institucional 141 pessoas e sob vigilância epidemiológica 2.538 contactos.

Os laboratórios processaram, nas últimas 24 horas, 2.009 amostras por RT-PCR, o que representa uma taxa de positividade diária de 10,4%, enquanto o cumulativo aponta para 593.912 amostras processadas, com uma taxa cumulativa de positividade de 5,9%.

Nos pontos de entrada e saída de Luanda, capital de Angola, foram atendidas 367 pessoas, sendo 331 homens e 36 mulheres, sem nenhum caso confirmado.

O secretário de Estado informou que esta semana será já incluída no plano de vacinação a vacina da Pfizer, que se junta à AstraZeneca, Sputnik V e Sinopharm, destinando-se a taxistas e mototaxistas, bem como outros grupos de risco a serem definidos pelas autoridades.

No que se refere à vacinação, Angola atingiu até à presente data, desde o início das vacinas no dia 02 de março passado, um total de 1.049.491 doses administradas, sendo 719.929 da primeira dose e 329.562 da segunda dose.

Sobre a testagem obrigatória no aeroporto internacional, desde 16 de janeiro foram já testados 48.920 passageiros, sendo 36.022 do sexo masculino e 12.898 do sexo feminino, tendo deste número sido encontrados 106 passageiros que testaram positivo.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.681.985 mortos no mundo, resultantes de mais de 171 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.