Funcionários da Saúde detidos por desvios de mais 3.500 mosquiteiros

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Três funcionários do sector da saúde, na Província do Cuando Cubango, foram detidos por suspeita de desvio de mais de três mil e quinhentos mosquiteiros, adquiridos no âmbito do combate à malária.

De acordo com o porta-voz do Serviço de Investigação Criminal (SIC), Paulo Dias de Novais, os supostos funcionários, afetos ao programa alargado de vacinação (PAV), vendiam cada mosquiteiro ao preço de cinco mil Kwanzas a compradores das províncias do Bié e do Huambo, que por sua vez os comercializam no mercado informal ao preço de 20 mil kwanzas cada.

O porta-voz do SIC revelou ainda, em declarações à Rádio Nacional de Angola, que em posse dos acusados foram encontrados 3 mil mosquiteiros e dois equipamentos de leitura de Raio-X, 7 tabuleiros e 6 quites de higienização feminina, medicamentos e luvas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.