Antigo director do Comércio do Uíge condenado a três anos de prisão por peculato

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O Tribunal Provincial do Uíge condenou, nesta segunda-feira, o ex-director provincial do Comércio, Hotelaria e Turismo, Busseke Mansony, a pena de três anos de prisão, pelos crimes de peculato e falsificação de documentos.

Durante a leitura da sentença, o juiz da causa Mário dos Prazeres condenou igualmente o ex-director provincial do Comércio, Hotelaria e Turismo a pagar 400 mil kwanzas (Kz) de taxa de justiça, a devolver sete milhões, 864 mil e 499 kwanzas que se apropriou injustamente, assim como indemnizar o Estado na quantia de um milhão de kwanzas.

No mesmo processo, o tribunal condenou também o empresário Eugénio Ferraz a pena de dois anos de prisão pela sua cumplicidade nos crimes.

Eugénio Ferraz deverá pagar também 769 mil e 310 kwanzas que se apropriou injustamente, indemnizar o Estado no valor de um milhão de kwanzas e pagar uma taxa de justiça de Kz 400 mil.

Quanto aos crimes de associação criminosa, o juiz absolveu o ex-director do Comércio, Hotelaria e Turismo, num julgamento que teve início no dia 12 Março deste ano.

Entretanto, a advogada de defesa do ex-director, Edna Bambi, disse que vai recorrer da setença, por considerar que o seu constituinte é inocente.

Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.