Dois jovens morrem soterrados em mina de ouro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Dois cidadãos de 28 e 39 anos de idade morreram soterrados, quarta-feira, no município do Chipindo, em actividade de garimpo de ouro, em zonas de exploração diferentes e proibidas, dado ao risco de deslizamento de terra.

A informação foi avançada hoje, no Lubango pelo porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, Inocêncio Hungulo, tendo explicado que o primeiro cadáver foi retirado do solo pelas 16 horas e 30 minutos, na aldeia da Tchiliva, há 18 quilómetros da sede municipal.

Já o segundo, de acordo ao responsável, às 19 horas, na aldeia de Cassanda, que dista a 20 quilómetros da sede municipal, resgatado pelos seus colegas com vida, mas acabou por sucumbir há 20 metros do local da ocorrência.

Segundo a fonte, o incidente aconteceu quando as vitimas, na actividade do garimpo, foram surpreendidas com o deslizamento da terra, em buracos com aproximadamente 15 e 10 metros de profundidade, respectivamente.

Trata-se dos primeiros casos de mortes por soterramento, fruto do garimpo de ouro na província, no ano em curso, registados pelo Serviço de Protecção Civil e Bombeiros.

No ano transacto, 14 pessoas morreram no mesmo município e em circunstâncias idênticas, numa só derrocada.

Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.