Polícia dispersa multidão que comemorava fim do recolher obrigatório em Bruxelas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Polícia de Bruxelas dispersou na madrugada de domingo centenas de pessoas que celebravam o fim do recolher obrigatório e a reabertura das esplanadas numa praça da capital belga sem respeitar as regras de segurança contra a covid-19.

Milhares de cidadãos reuniram-se na tarde de sábado na praça Flagey, em Bruxelas, depois de o coletivo “Le Cri” ter convocado, através da rede social Facebook, uma concentração para comemorar a reabertura das esplanadas que se encontrava encerradas há quase sete meses e o fim do recolher obrigatório que, até sexta-feira, vigorava entre as 22:00 e as 18:00.

Embora tenha deixado de ser proibido sair de casa durante esse período, as reuniões na rua, entre a meia-noite e as 05:00, não podem ultrapassar as três pessoas.

De acordo com a agência EFE, a polícia manteve-se presente no local da concentração desde a tarde de sábado, mas só começou a dispersar a multidão às 01:30 (00:30 em Lisboa).

Nessa altura, cerca de 500 pessoas ainda permaneciam na praça, segundo a agência de notícias belga, que especificou que a maioria dos participantes não mantinha uma distância de segurança ou usava máscara.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.272.332 mortos no mundo, resultantes de mais de 156,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.