Governo pondera transferir para os municípios gestão das obras do PIIM

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A secretária de Estado do Ambiente, Paulo Francisco Coelho, afirmou, nesta sábado, no Luena, que algumas obras do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), a cargo do Governo central, poderão ser transferidas para as localidades beneficiárias, para garantir maior eficácia na sua execução.

Em declarações à imprensa, no final da visita de cinco dias à província do Moxico, encabeçando uma delegação multissectorial para avaliar a execução do PIIM, a responsável afirmou que esta preocupação foi apresentada pelos empreiteiros, prometendo apresentar às estruturais centrais do Executivo.

Informou que a decisão surge pelo facto de se registar problemas de comunicação entre os órgãos locais e centrais, agravado pela debilidade tecnológica, contribuindo no atraso das emissões de facturas e outra documentação.

“O grupo técnico vai também apresentar aos órgãos centrais, por recomendação dos empreiteiros, a necessidade de se reparar as vias de acesso, que tem sido o principal constrangimento na operacionalização do PIIM na região. Por outro lado, alertamos ao órgão local no sentido de avaliar as empresas de construção e de fiscalização, para se garantir maior qualidade das obras”, salientou.

Durante uma semana de trabalho na província do Moxico, o grupo técnico multissectorial avaliou o nível de execução das obras do PIIM nos municípios dos Bundas e Luchazes, entre escolas, unidades sanitárias, sistemas de iluminação pública, de água, terraplanagem das ruas, entre outras.

A província do Moxico tem em carteira 116 projectos inscritos no PIIM, sete dos quais concluídos, avaliados em mais de 22 mil milhões de kwanzas.

Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.