Manuel Homem consternado com a morte de Raùl Danda

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, manifestou, neste sábado, consternação pela morte do jornalista e deputado Raúl Danda.

Em nota de condolências a que a ANGOP teve acesso, o ministro considera a morte de Raúl Danda que, na década de 1990, exerceu as funções de jornalista da Rádio Nacional de Angola, uma grande perda, nomeadamente no cenário político angolano, pela sua contribuição para a constituição e consolidação do Estado democrático de direito.

Deputado da UNITA, Raúl Danda morreu, neste sábado, em Luanda, vítima de doença.

Raúl Danda desempenhou, entre outras funções, a de presidente do Grupo Parlamentar da UNITA e vice-presidente da mesma formação política.

O deputado angolano foi político, jornalista, professor e escritor.

Licenciado em Gestão de Empresas e Ciências Económicas pela Universidade Lusíada de Angola, nasceu na província de Cabinda, a 13 de Novembro 1957.

Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.