Mais um óbito e 311 infetados em Cabo Verde

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Cabo Verde registou mais 311 casos novos positivos do novo coronavírus nas últimas 24 horas e um óbito na cidade da Praia, elevando para 231 o total de mortos provocados pela doença, divulgou hoje o Ministério da Saúde.

De um total de 2.009 amostras analisadas pelos laboratórios de virologia nas últimas 24 horas, o Ministério da Saúde e da Segurança Social informou que 311 deram resultado positivo para o novo coronavírus, numa taxa de positividade de 15,5%.

O maior número de casos diários foi registado na cidade da Praia, com 130, e também mais uma pessoa morreu na capital cabo-verdiana por complicações associadas à covid-19.

Os restantes municípios da ilha de Santiago também têm novos infetados, designadamente Ribeira Grande (7), São Domingos (2), Santa Catarina (13), São Salvador do Mundo (7), Tarrafal (1), São Miguel (3), Santa Cruz (7) e São Lourenço dos Órgãos (5).

Na ilha de São Vicente foram reportados mais 42 casos novos, enquanto o Maio tem 14, Boa Vista com seis, Brava registou cinco e Sal com três novos infetados nas últimas 24 horas.

Os restantes casos foram diagnosticados nas ilhas do Fogo (8), sendo oito em São Filipe e dois em Santa Catarina, Santo Antão (28), repartidos por Ribeira Grande (9), Paul (8) e Porto Novo (11), e São Nicolau (30), divididos por Ribeira Brava (27) e Tarrafal (3).

Desde quinta-feira que as autoridades sanitárias de Cabo Verde deram alta a mais 218 doentes, com o país a passar a contabilizar 22.323 casos considerados recuperados desde o início da pandemia no arquipélago.

Com os novos dados, Cabo Verde chegou a um total de 25.837 casos positivos acumulados, dos quais 231 resultaram em óbitos e contabiliza 3.268 casos ativos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.258.595 mortos no mundo, resultantes de mais de 155,9 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.