África com mais 453 mortes e 13.721 novos casos de infeção desde quarta-feira

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

África registou mais 453 mortes associadas à covid-19 face a quarta-feira, para um total de 123.360 desde o início da pandemia, assim como 13.721 novos casos de infeção, segundo os dados oficiais mais recentes no continente.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número total de infetados nos 55 Estados-membros da organização é de 4.599.868 e o de recuperados da doença nas últimas 24 horas é de 13.641, subindo para 4.147.769 desde o início da pandemia.

A África Austral continua a ser região mais afetada, registando 1.976.638 infetados e 62.355 mortos associados ao contágio com a doença. Nesta região, a África do Sul, o país mais atingido pela covid-19 no continente, regista 1.588.221 casos e 54.557 mortes.

O Norte de África é a segunda zona mais atingida, com 1.382.875 infetados e 40.675 vítimas mortais.

A África Oriental contabiliza 613.554 infeções e 11.608 mortos, enquanto na África Ocidental o número de infeções é de 461.954 e o de mortes é de 6.105. Na África Central, há 164.847 casos de infeção e 2.617 óbitos registados.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 13.655 mortes e 232.905 infetados, seguindo-se a Tunísia, com 11.122 mortes e 315.600 casos de infeção. Marrocos contabiliza 512.656 casos de infeção e 9.043 mortes associadas à covid-19.

Entre os países mais afetados estão também a Etiópia, com 3.795 vítimas mortais e 260.139 infeções, a Argélia, com 3.299 mortos e 123.272 infetados e a Líbia, 3.059 mortes entre 179.193 infeções.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique regista 819 mortes e 70.108 casos, seguindo-se Angola (618 óbitos e 27.529 casos de infeção), Cabo Verde (229 mortos e 25.159 casos), Guiné Equatorial (112 óbitos e 7.694 casos), Guiné-Bissau (67 mortos e 3.738 casos) e São Tomé e Príncipe (35 mortos e 2.314 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.244.598 mortos no mundo, resultantes de mais de 155,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um coronavírus (SARS-CoV-2) detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.