Tribunal ordena reabertura do armazém “Iberoriente”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

 O juiz da Décima Sétima Secção da Sala dos Crimes Comuns do Tribunal da Comarca de Luanda, no município de Viana, ordenou, nesta terça-feira, a reabertura do armazém da empresa ‘’Iberoriente’’ encerrado recentemente pela ANIESA e SIC.

A decisão final do referido caso foi anunciada durante a leitura da sentença, na sequência do julgamento realizado segunda-feira, por acusação de falsificação de data de validade de diversos produtos.

Contudo, o tribunal condenou, com multa de 120 kwanzas/dia, durante 210 dias, assim como o pagamento de 240 mil kz de taxa de justiça.

O proprietário da referida empresa, o moçambicano Shahid Mohamad , de 45 anos, que esteve no banco a responder as acusações, irá, igualmente, indemnizar, com 40 mil kwanzas, os inspectores que estavam em serviço durante as diligências.

No acto do julgamento, o proprietário da ‘’Iberoriente’’ negou as acusações, realçando que a empresa é idónea e com responsabilidades acentuadas a nível internacional.

O tribunal ordenou também a destruição de alguns produtos com datas consideradas duvidosas.

Recorde-se que a suspensão da actividade comercial aconteceu no passado dia 26 de Abril, por orientação da Autoridade Nacional de Inspecção Económica e Segurança Alimentar (ANIESA), em colaboração com o Serviço de Investigação Criminal (SIC).

Fonte: Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.