Obras de construção do Terminal da Barra do Dande podem arrancar em agosto

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

As obras do Terminal Oceânico da Barra do Dande (TOBD) paralisadas, desde 2017, poderão retomar em Agosto próximo, após a avaliação das propostas dos concursos de engenharia de construção e instalação.

O presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Sebastião Martins,  em declarações à ANGOP, nesta quinta feira, disse que  nove empresas nacionais e estrangeiras concorrem à empreitada e outras quatro para o lado da fiscalização.

Sebastião Martins falava à ANGOP, à margem da assinatura do Memorando de Entendimento entre Angola e Zâmbia que vai permitir estudos que levem à implantação de pipelines (oleoduto) de multi-produtos refinados e gás, entre Lobito (Benguela) e Lusaka.

O empreendimento – Terminal Oceânico da Barra do Dande, foi visitado pelo ministro da Energia da Zâmbia, Matheu Ukuwa, que esteve  em Luanda, desde a manhã, desta quinta-feira.

Numa primeira fase, o Terminal terá a capacidade de 580 mil  metros cúbicos  de armazenamento de derivados de petróleo.

” Estamos a reiniciar o TOBD, depois de uma interrupção, em 2017. A zona é estrategicamente bem localizada e vai servir, a exemplo da futura Refinaria do Lobito, onde sairá o pipeline Angola-Zâmbia, para armazenar produtos refinados para a distribuição interna e para o terminal do Lobito, escoando de lá para a Zâmbia”, explicou o PCA da Sonangol  à comitiva zambiana, durante a visita ao terminal.

A conclusão do TOBD, prosseguiu Sebastião Martins, está prevista para 2022.

A infra-estrutura  está localizada na futura zona franca da Barra do Dande e potencializará o país como um hub regional de armazenamento e comercialização de produtos derivados do petróleo.

No quadro deste projecto, a  Sonangol lançou, no dia 28 de Janeiro deste ano, o  concurso público para a contratação de serviços de Engenharia, “Procurement”, Construção e Comissionamento (EPCC), e de financiamento para a conclusão do referido projecto.

O Terminal Oceânico da Barra do Dande é um projecto estratégico do Executivo angolano, inserido no Plano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022.

O mesmo visa contribuir para o aumento da capacidade de armazenamento nacional em terra, dotando o país de infra-estruturas de grande porte, capazes de assegurar uma robusta reserva estratégica e de segurança nacional bem como melhorar a logística de distribuição de produtos refinados para o interior do país.

De acordo com  Mathew NKUWA, que foi ao Bengo em companhia do secretário de Estado para o Petróleo e Gás, José Barroso,   o seu país há 10z anos que trabalha para rubricar o referido Memorando com Angola, no domínio dos derivados de petróleo e gás.

“O acto vai reforçar os laços entre os dois países e povos, incentivrá o comércio regional, facilitará a troca de recursos entre Angola e Zâmbia e criará oportunidades de trabalho nos dois países”, afirmou o governante zambiano.

Fonte: Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.