Acordo com Emirados Árabes Unidos abre possibilidade de voos diretos entre Luanda e Abu Dhabi

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Angola assinou um acordo de serviços aéreos com os Emirados Árabes Unidos que abre a possibilidade de ligações diretas entre Luanda e Abu Dhabi e a entrada das companhias de bandeira angolana, TAAG, e emiratense, Etihad Airways nas duas capitais.

Fonte ligada ao setor adiantou à Lusa que os acordos ainda terão de ser ratificados, mas sinalizam a vontade do Governo angolano aumentar as ligações diretas a países com quem quer reforçar relações comerciais e económicas.

No entanto, sublinhou, é difícil fazer previsões sobre quando poderão avançar os futuros voos, tendo em conta as incertezas associadas à pandemia de covid-19.

O acordo bilateral de serviços aéreos foi assinado na quarta-feira, no Dubai, entre o ministro dos Transportes angolano, Ricardo Abreu e Abdullah bin Touq Al Marri, ministro da Economia e Presidente do Conselho de Administração da Autoridade de Aviação Civil dos Emirados Árabes Unidos (EAU), segundo um comunicado divulgado pelo Ministério dos Transportes.

O presente acordo estava pendente há mais de 10 anos, adianta o documento oficial.

Em declarações à imprensa local, o ministro dos Transportes angolano, citado no comunicado, reiterou que a fase avançada das reformas estruturais no setor da aviação civil em Angola prevê a implementação do objetivo de céu aberto à luz dos organismos reguladores internacionais e dos compromissos da União Africana.

O ministro afirmou também que, com a implementação do acordo, haverá um aumento das relações comerciais e económicas e mais conectividade para os cidadãos e transporte de mercadorias entre os dois países, abrindo-se uma porta para as companhias aéreas de ambos os Estados “poderem expandir as suas oportunidades no promissor mercado africano”.

Entre 2018 até ao fim do primeiro trimestre de 2021 a Emirates Airlines transportou, para Luanda, 129.082 passageiros, nas sete frequências autorizadas antes da pandemia da covid-19, atualmente limitada a três frequências de passageiros e carga.

O acordo permite a entrada da companhia de aérea nacional, Etihad Airways, na ligação aérea com os Emirados Árabes Unidos, e abre também a possibilidade de a TAAG, companhia de bandeira nacional, iniciar a ligação direta para a capital dos Emirados Árabes Unidos, Abu Dhabi.

Fonte: Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.