Sede da Endiama Mining já funciona na Lunda Norte

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Quarenta anos depois, a sede da Endiama Mining, uma das empresas do Grupo Endiama, vocacionado na pesquisa, prospecção, reconhecimento, exploração, tratamento, comercialização de diamantes e minerais acessórios, passa a funcionar a partir de hoje, quarta-feira, no município de Chitato, província da Lunda Norte.

A deslocação da sede da Endiama Mining, cujas instalações foram inauguradas pelo ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino de Azevedo, enquadra-se no processo de descentralização e transferência dos serviços desenvolvidos pela ENDIAMA EP., e pelas empresas diamantíferas.

A medida visa aproximar a empresa das zonas de exploração e tornar o grupo auto-suficiente na produção de diamantes, bem como tornar eficiente a fiscalização das suas participações em todos os projectos mineiros.

De todas as participações, a maior quota estão nas minas do Uari e Cassango, todas na Lunda Norte, com 50 por cento cada, para além da Luminas, com 47% e a Sociedade Mineira de Catoca 41% dos investimentos.

O processo de transferência envolveu ainda a Fundação Brilhante, responsável pela implementação dos projectos sociais da ENDIAMA e seus parceiros, sobretudo nas zonas de exploração de diamantes.

A transferência deste grupo da ENDIAMA, cuja sede foi igualmente inaugurada no município de Chitato pelo ministro Diamantino de Azevedo, destina-se a assegurar o controlo de todos os projectos sociais implementados pela ENDIAMA e seus parceiros.

As inaugurações das sedes da Endiama Mining e Fundação Brilhante, feitas pelo ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino de Azevedo,  enquadra-se nas comemorações do Dia do Trabalhador Mineiro, que se assinala a 27 deste mês.

Fonte: Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.