Interclube e Petro de Luanda disputam final inédita do Nacional

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Dezasseis anos depois da última presença na final, o Interclube volta a disputar o maior troféu do basquetebol nacional, a partir de terça-feira, desta num encontro inédito com o Petro de Luanda.

O título é disputado no sistema de play-of, a melhor de cinco jogos, a realizarem-se nos dias 20, 22, 24, 27 e 29 em campo a indicar pela federação angolana da modalidade, entre os pavilhões da Cidadela e Multiusos do Kilamba, em Luanda.

Em duas presenças na final, o Inter perdeu ambas diante do 1º de Agosto, sendo a primeira por 0-4 (a chamada vassourada) na série dos play-of, a melhor de sete partidas, na época 2002, e a última por 1-4, em 2005.

Este ano (2021), Raul Duarte e comandados superaram, nas meias-finais, a experiente equipa do 1º de Agosto, mais titulada do basquetebol angolano e africano (19 troféus nacionais e 9 continental), numa prova curta (a uma volta, em menos de um mês) em que o grupo demonstrou organização, capacidade técnico-competitiva e sobretudo atitude.

Depois de perderem no seu campo (pavilhão 28 de Fevereiro) por escasso ponto de diferença (77-78), os “polícias” foram derrotar os “militares” no terreno destes (pavilhão Victorino Cunha), por 76-69, e dissiparam todas as dúvidas, se é que ainda restava alguma, em casa na terceira e última partida ao vencerem por “chapa” cem (100-96).

O Inter persegue o primeiro título, na sua terceira final da história, ao passo que o Petro totaliza 13º em tantas presenças.

Em 41 edições, o campeonato foi ganho por seis equipas (1º de Agosto 19, Petro 13, Libolo 3, ASA 3, Sporting de Luanda 2 e Ferrovia 1).

O Petro detém o troféu ganho em 2019, visto que em 2020 a 42ª prova foi suspensa devido a pandemia da covid-19.

Fonte: Angop

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.