Governo preocupado com aumento de casos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

A Comissão Nacional Multisectorial de Combate e Prevenção à Covid-19 manifestou, nesta sexta-feira, preocupação com aumentou de número de casos positivos e de mortes nas últimas duas semanas.

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, que falava na sessão de actualização de dados da Covid-19, apontou o comportamento negativo dos cidadãos, o relaxamento da população no cumprimento das medidas de biossegurança, como sendo a causa para o aumento dos casos.

“Há duas semanas estamos a registar um  aumento do número de casos em grupos que eram considerados menos expostos e até protegidos. Crianças e jovens a serem acometidos pela Covid-19”, apontou o responsável.

Franco Mufinda destacou ainda o registo de muitos surtos, sobretudo em Luanda, provocados, na sua maioria, pela novas variantes da pandemia.

“As variantes sul-africana e inglesa têm alta capacidade de transmissão e mortalidade. Diariamente são famílias inteiras e empresas com números expressivos de contaminados, comparando-se ao triste mês de Novembro de 2020”, afiançou.

 Conforme Franco Mufinda, o respeito pela observação das medidas colectivas e individuais de biossegurança deve ser levada em alta consideração.

“As medidas são colectivas e individuais”, reforçou.

As autoridades sanitárias anunciaram o registo de 171 novos casos, três óbitos e 28 pacientes recuperados, nas últimas 24 horas.

Destes, 156 casos foram diagnosticados em Luanda, 6 em Benguela, 4 no Namibe, 3 em Cabinda e 2 na Lunda Sul.

O quadro geral apresenta 24.122 casos, com 560 óbitos, 22.203 recuperados e 1.359 activos. Dos activos, 3 estão em estado crítico, 14 graves, 59 moderados, 42 leves e 1.241 assintomáticos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on email

Designed by nzaylakasesa,lda.